PT EN

Caros convidados, colegas e amigos: Neste dia tão especial para a mulher, quis a “Arte-Via Cooperativa da Lousã,”por amável iniciativa da sua destacada presidente Dra. Ana Filomena Amaral, distinguir-nos a nós, as três, Dra. Fernanda Redondo, Professora Suzana Falcão, que gostosamente tenho a meu lado, e eu própria. Lembrando assim a todos os presentes o empenho e a colaboração que desde o seu arranque, já vão alguns anos, temos votado dedicadamente a este projecto. Neste momento, pretendemos apenas representar todas aquelas mulheres e homens que, de alguma forma, participam e usufruem dos princípios e ensinamentos consagrados por uma das valências da referida Instituição – a Universidade do Autodidacta para a Terceira Idade. De facto, só com este espírito participativo e de comum dedicação foi possível meter ombros e organizar um Seminário Internacional com a presença de tantos e ilustres convidados. Como em tudo na vida, é preciso criar Raízes sólidas e seguras para cimentar e fortalecer projectos e sonhos. Depois, importa dar Asas aos nossos sonhos, concretizando-os e procurando ir sempre mais além, rasgando novos e alargados horizontes. E nós mulheres, aqui presentes, somos bem o testemunho dessa realidade. Cada qual tem naturalmente a sua caminhada na vida. Quem não recorda, dos seus tempos jovens do Liceu o notável e badalado inicio da novela de Bernardim Ribeiro: “Menina e Moça me levaram da casa dos meus pais para longínquas terras. Também eu, há cerca de 50 anos, dei asas ao meu sonho de Menina e Moça, para vir, por aí acima, lá do fundo do meu Algarve (mais longe do que hoje), até à Coimbra sedutora, em demanda do saboroso leite de Minerva. E como o coração não tem fronteiras, dei um salto até à Lousã e aqui estou, com armas e bagagens e tudo o que a VIDA, felizmente, me tem proporcionado de positivo, nesta linda terra!.. Mas se recordar é viver, não por acaso as coisas acontecem. As ASAS que me ajudaram a construir o futuro – deixo esta nota intima - tiveram a inspiração o incentivo, a força e a coragem da minha querida e saudosa MÃE. Como ela, as Mães de todos vós e por isso aqui estamos.

Peço desculpa à nossa incansável presidente Dra. Filomena, e a todos os presentes, mas gostaria de dedicar por inteiro, este momento, e os demais que irão seguir-se ao longo do dia, a essas grandes MULHERES que deram a seus filhos a VIDA, a EDUCAÇÂO e os PRINCÍPIOS. No fundo as ASAS que lhes permitiram voar e concretizar muitos dos seus sonhos, rendendo-lhes assim, esta bonita homenagem. A terminar dirijo-me aos ilustres convidados estrangeiros que nos dão a honra de estarem presentes neste seminário INTERNACIONAL. “1 would like to address some words to our special guests who have come from 50 far away to give us the pleasure of their presence in this meeting. 1 apologize for my poor English but 1 would like to say that welcoming you here has given us ali immense pleasure. 1 am sure we all hope that the relevant conclusions of this meeting will help the role of women in society. Thanks again for being here with us on such an important day. We also hope that returning to your countries; you will take with you good memories of our country.”

Graciete Sandinha